Estado crítico

O povo inventou a entidade estado. O estado, e aqueles que o representam, controla e manipula o povo.  O estado não é exatamente usado para defender os interesses do povo, o estado está também a serviço do status quo. O Estado se tornou maior que o povo e o povo aceitou a submissão, não consegue confrontá-lo com todas as suas promessas de melhora e, claro, seu aparato militar. O estado e sua ideia não é um mal em si, mas a aplicação do estado por aqueles que colocam-se acima dos outros o é, quando faz-se um jogo infindável de acordos e corrupção tornamos as boas ideias em más execuções. Estamos em (um) estado crítico. O estado não precisa acabar, mas ele precisa mudar, mas como mudar, aquele alguém tiver a resposta e levá-la a prática com eficácia ganhará um Nobel.

Anúncios

Concorda, discorda, quer debater? Diga sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s